dezembro 07, 2017

MUDANÇA RADICAL NO BRASIL: ÚNICA SOLUÇÃO!!!

EDITORIAL


ALERTA INICIAL, ATENÇÃO:

O Brasil está "REFÉM" da Classe Política que o domina e CORROMPE A TODOS.
Agora querem que o POVO ACREDITE que temos que esperar pelas eleições de 2018 para, conforme o resultado, pedir a INTERVENÇÃO DAS FORÇAS ARMADAS...
E a enganação começa com os atuais partidos políticos usando "APELIDOS SACANAS" para mostrar ao povo que são Partidos Políticos Novos, assim, agora, temos o "Avante", o "Progressitas", o "Podemos", etc. NÃO HÁ MUDANÇA! SÃO OS MESMOS!

O Brasil, como um país independente, vivenciou a ESTABILIDADE IMPERIAL e, ao depois, a ESTABILIDADE NA 1ª REPÚBLICA. 

O maior período de ESTABILIDADE INSTITUCIONAL foi o período monárquico constitucional do 2º REINADO (1840 - 1889). Já na 1ª REPÚBLICA (1889 - 1930) a chamada Elite do “Café com Leite” (São Paulo + Minas Gerais) garantiu a estabilidade ao país.

Na 1ª REPÚBLICA era limitada a participação do povo: apenas os considerados os mais capazes (com renda mínima e educação também mínima eram considerados cidadãos votantes) e participavam das eleições.

Apenas 5% da população (2 milhões) votava. Após a Ditadura de Getúlio Vargas ( 1930 - 1945, com o breve intervalo democrático, entre 1933 a 1937), a participação do povo no processo eleitoral foi significativa: 5% em 1930 (2 milhões); 13% em 1945 (6 milhões); 18% em 1960; em 1986 era de 47% e, em 2014, era de 71%, cerca de mais de 150 milhões de eleitores! Uma evolução avassaladora!

Após 1930, com a crescente evolução dos brasileiros votantes, a instabilidade se instaura no Brasil, sendo que a substituição de presidentes da república SEM eleições tem sido uma constante na vida política nacional. A Nação NÃO estava preparada para assegurar aos brasileiros a indispensável e necessária educação básica e as noções de cidadania indispensáveis. Assim, o povo votante passou a ser facilmente manipulável pelo políticos militantes, também eles sem a necessária formação cívica e ética para exerceram a política...

Na verdade, o Brasil é um país que “não come  e não vai a escola...” Recentemente, foi classificado como um dos países mais ignorantes do mundo! Ora, é pressuposto indispensável - nas mais sólidas Democracias do mundo! - que o povo tenha, para o exercício da Democracia, a capacidade de julgar e direcionar os rumos de seu país, de seu estado e de seu município.

A DEMOCRACIA pressupõe essa capacidade eleitoral necessária para a construção de uma Nação sólida e autossustentável.

Com uma sociedade diversificada e carente de educação e civismo, temos uma crescente evolução político-eleitoral, com a criação exagerada e absurda de partidos políticos (a grande maioria sem expressão e servindo apenas como “balcão de negócios”) E o VOTO DISTRITAL, A FIDELIDADE PARTIDÁRIA, O VOTO FACULTATIVO e a PROPORCIONALIDADE FEDERATIVA DOS VOTOS precisam, entre outras mudanças e aperfeiçoamentos, ser objetos de ampla reforma política para preparar a NAÇÃO BRASILEIRA para este novo milênio.

A atual DEMOCRACIA REPÚBLICANA  se inviabilizou como solução político-institucional para o país. Como mera farsa - uma DEMOCRACIA MEIA-SOLA! - ela vem iludindo e anestesiando o povo brasileiro. Os 6 Presidentes da República (Sarney, Collor, FHC, Lula, Dilma e Temer), de 1985 a 2017,  estão sob Inquérito no STF, sendo certo que APENAS o ex-presidente ITAMAR FRANCO - PAI DO PLANO REAL! - não teve nenhuma acusação formal e, quando seu Ministro Chefe da Casa Civil, foi acusado, exigiu o seu afastamento até a apuração final, quando foi absolvido. É UMA VERGONHA HISTÓRICA!

REPETINDO:

MUDANÇA RADICAL NO BRASIL

É SABIDO QUE NADA mudará no Brasil com o atual CONGRESSO NACIONAL. É sabido que NADA mudará no Brasil com a atual estrutura política e com o atual PODER EXECUTIVO. É sabido que NADA mudará no Brasil com o PODER JUDICIÁRIO (STF) com sua inoperância assustadora e conivente...

UM GOVERNO MODERNO

Poucos países no mundo podem ter um sistema de governo baseado em suas antigas MONARQUIAS. Hoje, claro, MONARQUIAS DEMOCRÁTICAS, com o PARLAMENTO decidindo pela população e o SOBERANO, sempre, atuando como um Poder Moderador com claros limites constitucionais. Assim é a INGLATERRA, BÉLGICA, ESCÓCIA, DINAMARCA, ESPANHA, apenas para citar alguns países que tem sua estabilidade garantida.

A NOSSA MONARQUIA DEMOCRÁTICA



É PRECISO MUDAR !

Sobe pena de sacrificarmos – e talvez com estragos irreversíveis para a Democracia Brasileira! – o povo brasileiro por dezenas e dezenas de anos...

RESUMINDO: As Forças Armadas (Exército, Marinha e Aeronáutica) fecham o Congresso Nacional, Desmontam o Poder Executivo e fecham o Poder Judiciário.

Colocam como IMPERADOR DO BRASIL o sucessor da Casa Imperial Brasileira.

Por 5 anos o país será governado por uma junta governativa, tendo o IMPERADOR como membro, juntamente com os militares representantes das três Armas.
Após a consolidação do novo regime, serão realizadas eleições para a Constituinte com poderes para definir a nossa MONARQUIA DEMOCRÁTICA e PARLAMENTARISTA.

NÃO PARA A DITADURA MILITAR

Ninguém quer a implantação de um Regime Militar, como em 1964. Que forjou uma “falsa” democracia e se perpetuou no Poder por 20 anos!
O que se quer é que a FORÇAS ARMADAS – guardiãs da Pátria! – atuem quando o país corre risco e a corrupção e a “democracia meia-sola” estão a PREJUDICAR GRAVEMENTE A SAÚDE CONSTITUCIONAL E INSTITUCIONAL DO BRASIL!

ATENÇÃO, SOLDADO: SENTIDO!!!
É ISSO. Simples assim. O que a PÁTRIA espera das FORÇAS ARMADAS é que elas lhe socorram neste momento de ABSOLUTA FALTA DE PERSPECTIVA HISTÓRICA!

ESSA É A SUA OBRIGAÇÃO, 
SOLDADO !!!